segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Coelho de rabo na boca

A recente situação de Saviola é daquelas coisas que me móem o juizo e me deixam sem saber para onde me virar, enxofrinam-me a vista e põem-me a pensar que se calhar não era má ideia ser bipolar, pois ao menos tinha uma desculpa para poder dizer "olha, era mesmo o que eu queria", na resolução deste bico de obra que se está a tornar o "que fazer com o Conejo".

Por um lado o tipo é "o" Jogador, o elemento mais inteligente dentro das 4 linhas que já vi representar o SLB, o rapaz que joga bem até sem tocar na bola (não confundir com os balboas, que jogam bem "quando" não tocam na bola), a carolina salgado do futebol (também ele tem especial apetencia por aparecer no 2º varão... vulgo poste), aquele a quem um dia alguém vaticinou "apesar da sua proeminente dentição, estes estão muito mais bem arrumadinhos que os do cissoko, pelo que o seu talento será 87 vezes superior ao do francês"... só se enganaram na proporção, o argentino é 187 vezes melhor.

Por outro lado, o rapaz parece desmotivado, faz-me lembrar o peixe quando estava nos corruptos "foscasse sou suplente do barroso... será possivel descer mais que isto?" (sim era, anos mais tarde foi suplente do andrade no SLB), o que é compreensivel, dado estarmos a falar "do" Jogador, o homem que vê o 11 do SLB ter espaço para um Emerson mas condena-o a ele a ver jogos de nalgas abancadas. Ver Saviola suplente onde quer que seja, ou de quem quer que seja parece sempre um crime hediondo. Para vocês, saudosos dos 80's, 90's pensem o que teria sido se alguem se lembrasse "olha, hoje vamos apagar a sarda da cara da Cindy Crawford", ou noutra dinâmica (porque este é um blog do sec. XXI e não discrimina ninguém) "olha, hoje vamos cortar a barba do George Michael".

É neste limbo que se encontra a minha pessoa (sim, modéstia à parte, considero-me uma pessoa... chamem-me convencido se quiserem): deverá o SLB manter um tipo que está sempre 90min à frente dos restantes jogadores, mantendo-o suplente de um puto que marca golos 90min antes dos outros todos ou deverá o SLB respeitar os Deuses do Futebol (considero o plural pois cada pé do Eusébio é um Deus com as suas vicissitudes) e deixar partir Saviola rumo a um clube de menor prestigio que o nosso (portanto, outro qualquer no Mundo), dando desta forma oportunidade às gerações mais novas de aprenderem a jogar à bola com "o" Jogador?

De momento, vou manter a minha actual opnião, se bem que os tempos vindouros ainda a possam vir a alterar. para mim, a questão Saviola resume-se a isto: o Conejo é nosso, nosso, nosso, nosso, nosso e só nosso... e da Romanella, mas também ela é nossa, nossa, nossa e só nossa!!

4 comentários:

Ricardo disse...

Não há discussão possível: Saviola fica até final de época. Depois... falamos.

É importante tê-lo. O título também dependerá de soluções vindas do banco, soluções de qualidade, seja ele, o Cardozo, o Rodrigo, o Nelson, o Mora ou o Jardel - este para fechar no flanco, do lado do poste esquerdo nos cantos.

Tem de ficar. Mesmo que se perca uma boa oportunidade de negócio.

Diego Armés disse...

Sou incondicional fã do Javier Pedro. Porém, o seu trajecto em todos os slubes foi o mesmo (menos no River Plate, de onde foi vendido ainda a tempo): primeiro, um talento euforicamente desmedido; logo de seguida, tristeza, muita apatia... Não entendo. Um sobredotado desta calibre devia gerir melhor o talento que tem.

Constantino disse...

Saviola a jogar è bola é como eu a beber cerveja: só sei estar muito bem ou então muito mal (na valeta mesmo). Aquele intermédio do "ja estou a ficar demasiado tocado", passa-me ao lado. O Saviola só sabe jogar muito bem ou então mesmo muito mal. Não sabe fazer o chamado "jogo à Valdo" manter smepre aquela bitola que mesmo a jogar mal dá ares de que esta a fazer uma jogatana valente. Mas, mesmo assim, ambos os 2 sul americanos partilham uma caracteristica: para mim basta andarem por lá que alguma coisa estão a fazer correctamente.

Bcool973 disse...

Não me interpretem mal, gosto muito do Saviola e acho que o rodrigo e o Nélson Oliveira beneficiam muito do contacto com ele. No entanto a realidade não pode ser só resolvida com "o coração" e por vezes faz sentido olhar para "a razão". Se aparecer uma boa proposta em Janeiro, com o impacto que isso vai ter na tesouraria do clube, quer pelo valor do passe, quer pela diminuição da folha salarial, se calhar faz sentido vender Saviola em Janeiro para não sair a custo zero em Julho. A Romanella é que devia ser mesmo nossa, eheheh