terça-feira, 10 de abril de 2012

Sucessão de parágrafos lamechó-depressivos

Admito-o sem rodeios, após jogos e campeonatos como o deste ano eu torno-me num potencial benfiquista desertor. Tudo em mim clama pela fuga, "deixa-te de Benficas, deixa-te de bolas, deixa-te de mariquices de blogs, vai mas é trabalhar calão"... Mas resisto sempre... no precipício do "fartei-me, acabou-se" faço como o outro corrupto e dou um passo em frente à retaguarda, deslizo sorrateiramente em direcção a mais umas noites sem dormir a ver no escuro golos em catadupa do Djaló, cortes na hora H do Emerson, substituições acertadas do Jesus... no fundo entretenho-me a imaginar acordado o que já nem em sonhos consigo, enquanto a minha princesa dormita graciosamente a meu lado impávida e desprevenida para o possível psicopata desportivo que está deitado à sua ilharga.

Entretanto toca o despertador da minha donzela e eu finjo ainda dormir, não vá ela na sua viagem de 40 minutos para o trabalho por-se a pensar porque carga de água o sacripanta lá de casa já estaria acordado àquela hora "querem ver que aquele palerma não dormiu outra vez por causa do Benfica? Querem ver que está outra vez com tendências assassinas? Querem ver que se vai armar em gaja e descarregar a frustação toda na tigela de tri-pudim que sobrou da Páscoa?" (as respostas são obviamente: sim; sim; sim e eu sei que ela sabe que são estas as respostas, mas eu sei que ela sabe que eu sei que ela me entende...sofre do mesmo a pobre, mas em menor quantidade). Quando toca o meu despertador levanto-me e sinto que é dia de alterar rotinas. São ainda resquícios de ontem quando o SLB alterou a sua rotina vencedora e após 3 anos a empalar lagartos demos uma abébia... e aqui ninguém nos obrigou a dar, a responsabilidade está toda entre as nossas 4 paredes. Sei que hoje não vou conseguir cumprir o meu quotidiano blogueiro como normalmente: 15 minutos de casa/trabalho a pensar qualquer estapafurdice para escrever, meia hora de descanso para o fazer e no fim sai uma coisa completamente diferente e sem metade do interesse que tinha a ideia original... à qual nunca mais vou regressar.

E é assim que surge este texto totalmente descompensado, sem um pingo de orientação estrutural e sem nexo, numa clara homenagem ao Benfica do Vieira, um Benfica que me bombardeia o facebook com "ontem hoje e sempre Benfica" ou "um benfiquista acredita sempre". E eu tudo bem, entre criancinhas com fome, kony e apelos vegan, de vez em quando aparece-me o SLB no mural para eu desanuviar. Mas cansa-me... e cansa-me porque todos os anos em Abril aparece a lenga-lenga do "um benfiquista acredita sempre" que é sinónimo de "o castelo ruiu, mas vamos todos acreditar que no meio dos destroços a carne assada está intacta". Não está... nunca está... a carne assada é húmida e apanha todos os pozinhos... tremelica a cristaleira lá de casa e a carne assada apanha o pó que está agarrado ao vidro... tremelica o telefone do gomes e o benfiquista leva as mãos com pó à cara... tremelica o Jesus tacticamente e o benfiquista afunda a cabeça no cachecol cheio de pó... tremelica o árbitro e o benfiquista vai com o corpo ao chão... porque a carne assada desta merda toda é o adepto...é o que fica coberto de pó quando o castelo do Vieira vem a baixo pela enésima vez.

Estes são dias de alterar rotinas. Alterar as rotinas de "vieirismo é carneirismo; anti-vieirismo é talibanismo". Penso que por aqui tenho sido coerente no que ao presidente diz respeito: não sou minimamente apoiante dele mas felicito-o pelo que acho serem boas decisões. A ausência de um número avultado de felicitações deve ser imputada exclusivamente a ele, tal como o teor critico de muitos textos. As acções são responsabilidade de quem as faz e Vieira tem que ter umas costas bem largas para acarretar com, praticamente 10 anos de insucessos... serei taliban por pensar assim? Pois seja, sou um taliban com saudades de festejar caralho, sou um taliban escondido nas montanhas do Afeganistão que de vez em quando manda umas atoardas, festeja um ou dois ataques suicidas, mas não governa e come merda de yake ao pequeno almoço, ao almoço e ao jantar. Sou um taliban que vê o meu Karzai de mão dada com o filho da puta do inimigo imperialista; sou um tlaiban que vê o meu Karzai fornecer armas ao cabrão do meu inimigo imperialista; sou um taliban que vê o meu Karzai não saber o que é ser Gloriosamente afegão... porque um benfiquista não anda ao estalo nos aeroportos, não impede adversários de irem à sua sala de imprensa, não antecipa eleições, não desliga luzes, não liga regas, não divide canapés com quem nos humilha, não apoia quem corrompe... basicamente um benfiquista não é Vieira... já vos disse que estes são dias de alterar rotinas?

18 comentários:

POC disse...

Um abraço Constantino.
É bom saber que não estou sozinho nos ideais que defendo.

Constantino disse...

POC,

Parece-me que somos tão poucos a pensar assim que já coloca em dúvida se estamos correctos ou errados.

Que dia de merda... como costumo dizer, isto é um dia tão mau que nem suicidar um gajo consegue porque o forno é eléctrico...

(isto hoje esta num estado tal que até eu tneho que provar que não sou robot para poder inserir o meu comentario)

Abraço

POC disse...

Deixa-me dizer-te que, além do óbvio (Direcção, 12 anos - com Vilarinho já era Vieira a mandar - 2 títulos), temos adeptos animais que não merecem nada.

Depois do jogo atearam um pequeno incêndio na bancada. Insurgi-me, comecei a gritar, a dizer que era uma vergonha, que isto não era o Benfica, etc., outros se juntaram e a coisa morreu ali.
E o que me aconteceu? Ainda fui insultado e ameaçado por adeptos que disseram "deves preferir que vão lá deitar fogo ao nosso!".

Puta que pariu esta gente toda.
Estou farto.

Vieira deu o Golpe Estatutário. Era o único candidato. Fui lá votar em branco. Mas 90% acham que ele é espectacular.

Acho que está tudo dito.


Abraço. E olha, nestas pequenas coisas fico com vontade de conhecer alguns de "Nós".

Mentecapto da Silva disse...

Aguenta, não chora...
Ainda tens a tacinha da liga, que vai ser a cereja colocada no topo do bolo alimentar que JJ regurgitará e que tu e 99% da malta dos blogues vai ter que engolir.
Sim, porque houve um "nicho" de 1% de mentecaptos que, totalmente alucinados, defendiam que JJ nunca devia ter começado a época.
Por isso te digo novamente: AGUENTA, NÃO CHORA!

P.S. Que venha Luís Campos. E Guerra Madaleno.

Constantino disse...

Caro mentecapto,

Antes de mais agradeço por me engrossares a lista de comentários. Estatisticamente é capaz de ser bom e se há coisa que me desmoraliza (bloguisticamente falando) são textos sem comentários.

Por outro lado deixa-me que refira que prezo sempre pessoas que optam por nicks consentâneos com com a sua personalidade e aqui é bom que se entenda que não estou a dizer que te fica muito bem o nome de um arbusto.

Abraço.

Mentecapto da Silva disse...

Vejo que não tens nada contra o Silva. Só te peço que não faças como o de boliqueime: fecha a bocarra quando comeres o bolo de Jesus.

Passaralho disse...

Onde é que se assina por baixo?

Jorge disse...

Caro Constantino,

Estava a ler o teu texto e revejo-me em cada linha que escreveste. Já não há paciência para mais! Existe ainda de facto uma dose de amadorismo (de amadores e de gente da Amadora) significativa dentro do nosso clube. Mas esse é apenas um problema adicional ao grande monstro, mas cuja resolução receio que esteja fora das nossas mãos. As raízes dos poderes instalados são muito profundas e quem tinha que as secar não o faz nem nunca o fará. Mesmo com uma colecção de provas concludentes como foram as escutas do apito dourado, nada aconteceu. Tudo ficou na mesma, arquivado. A nossa anedótica justiça cruzou os braços e assobiou para o lado. Depois disto nem que Pinto de Costa fosse filmado a entregar um pacote de notas ao Proença ou ao Benquerença ou ao Soares Dias, seria condenado. Por isso, o que fazer? Sinceramente não sei. Mas a paciência para este triste espectáculo de manipulação e roubo a que assistimos ano após ano está a chegar ao limite. Ou bem que Lisboa mostra os músculos de uma vez por todas ou então resta-nos esperar que o papa caia da cadeira e tudo o resto caia de podre, já que é assim que todos sabemos que é a única forma de acabarem as ditaduras neste país de brandos costumes.

Um forte abraço!

Anónimo disse...

Jorge e Constantino,

deixemo-nos de ser ingénuos. O que se trata aqui é de poder. E que poder resta ao Benfica?

O Benfica vende notícias, jogos, jornais, tudo. Mas a receita é distribuída pelo Porco e pelos satélites. É isto o sistema. Portanto, é cortar na receita. Alguém com coragem de dizer quem manda aqui somos nós, porque somos mais, porque lhes damos de comer, ou não há receita. Seguem? Se o Benfica parásse um ano, cinco anos, acabava-se o dinheiro dessa gente toda. Assim, vai ser tudo igual. Tudo. Diversão "até abril".

Anónimo disse...

Pior do que isto é ter um filho a chorar depois e por causa do jogo de ontem e a acusar-me ou a culpar-me (que é isso que os benfiquistas todos fazem neste momento, porque a culpa do que está a acontecer é de alguém, mas alguns são mesmos culpados, como o Luís Vieira –ainda não percebi por que temos de o chamar pelos 3 nomes) de ser benfiquista!
Quanto ao texto do post (concorde-se ou não com a totalidade do que ali está escrito) está brilhante!
MM (já percebi que há também alguém que assina com estas iniciais, mas não vou mudar por causa disso)

Toneca disse...

Temos um Presidente que não vive para a Grandeza do Benfica, mas vive obcecado pela sombra do outrora amigo, que esquece-se do que é o Benfica e procura o êxito imediato contra o rival, não o êxito constante do Benfica!

Em Maio do ano passado ainda fomos uns quantos à AG, foi uma palhaçada como o Vieira fugiu, com os velhos dos 50 votos a aprovarem tudo e todos!

Vieira luta contra os seus moinhos, os moinhos do norte para afirmação do seu carácter, vulgo "toma toma" das crianças!

Assim nunca teremos Benfica à imagem do Benfica, teremos Benfica à imagem de quem quer vingança e tudo faz e tudo destroi à sua volta para o conseguir... mas não consegue e tudo destrói. Onde andas Rui Costa??? Onde andas Humberto Coelho??? Onde andas... Benfica???

POC disse...

@Toneca, só quis vir deixar-te um abraço de solidariedade. Não estás sozinho.

Bujix disse...

O único argumento que não considero válido é o "2 títulos em 10 anos". Aí meus amigos, não contem comigo para fazer oposição ao Vieira. Como o Benfica estava há 10 anos e como está hoje... Isso também o devemos ao LFV. De resto, concordo com todos os argumentos do Constantino e partilho a mesma dor nestes meses de Abril sempre dificeis... Ontem a sair do estádio nem queria acreditar que tinhamos jogado da maneira que jogámos...

Um abraço e parabéns pelo blog

Anónimo disse...

Excelente posta a denunciar a actual liderança que, pelo comportamento em relação a anteriores treinadores (Camacho, Fernando Santos e Quique) vai correr com o actual no final da época e... "show must gon". A culpa vai morrer solteira e... siga para bingo... O que faz ter um demagogo e populista à frente do maior clube português.
FS

mrmg disse...

Caro constantino

já deves desconfiar que estou em acordo com o que aqui escreves.

neste momento não vale a pena apontar as garras para o exterior quando a parte menor do problema vem de dentro do próprio Benfica. Quando se dão tiros nas próprias asas, nem uma águia imperial tem meios de voar.

O resto...

http://aminhachama.blogspot.pt/2012/04/mais-frio.html

moleculasdeamor disse...

Pois é constantino pois é... estamos todos fodidos e o gajo deve estar agarrado ao poder para poder fazer as suas negociatas com amigos que arranjou na bola!

JC disse...

Ah, Tino, como te compreendo. O que me custou levantar o cu da cama para vir hoje para o trabalho (para a próxima deita-te mais cedo)...
Está um cabrão de um dia cinzento, tudo à minha volta é deprimente e, como se não bastasse, não há um cabrão dum combóio nem uma puta duma ponte nesta terra onde um gajo posso aliviar-se desta dor.

Abraço

hepas Mesee para ti, pá.

Pêro Botelho disse...

Meu caro Constantino,

na generalidade, partilho da tua visão sobre o Vieira. Nunca fui apoiante mas sou capaz de aplaudir o que considero bom para o Glorioso. Penso que, independentemente de poder achar que o seu tempo já terminou, devo ser justo e reconhecer que o homem deu um contributo importante para reerguer o Benfica da lama para ã qual foi vilmente atirado no primeira metade dos anos 90.

Um dos comentadores desta posta perguntava pelo Rui Costa e pelo Humberto Coelho. Poderiamos até acrescentar mais alguns nomes, de homens que foram (e são!) motivo de orgulho para qualquer benfiquista e corporizam a ideia de que o Benfica é grande e, obviamente, tem futuro. Só que esta moeda tem um reverso: não basta andarmos todos a escrevinhar neste e noutros espaços que a culpa é do Vieira e que é tempo de ele se pôr a mexer. Eu não me esqueço que, há não muito tempo, ele ganhou umas eleições em que o único adversário era um idiota que queria colocar a equipa de futebol nas mãos do Carlos Azenha, cognominado pela referida cavalgadura como "o melhor treinador português da actualidade"!

Isto representa, a meu ver, boa parte do problema. Falta-nos uma solução capaz de agregar a família benfiquista. Não um arrivista qualquer, que venha por aí abaixo a acenar notas e milagres - um Vale e Azevedo já nos chegou - mas um grupo de pessoas onde nos possamos rever e que nos mereçam confiança. Espero que o Benfica seja capaz de se organizar pois a única certeza que, eu creio, podemos ter, é que há no Benfica soluções perfeitamente credíveis e capazes. Surjam elas!

Saudações.