quarta-feira, 18 de abril de 2012

Texto para curar insónias provocadas pelo SLB.

A milenar arte de "Esquivamento a Temas Quentes" implica do seu praticante uma destreza de movimentos ainda mais notável que a exigida aos praticantes de salto em altura que utilizam a técnica Fosbury Flop, por muito que esta modalidade implique a utilização de um grande número de músculos do corpo e a anteriormente citada apenas peça desenvoltura na zona da pélvis para a execução perfeita do "jogo de cintura". Em Portugal os casos de maior sucesso foram o "no comment" de Jimmy Hagan e o "tenho 4 mastros para pintar" do paulo pereira cristovão.

Não sendo eu um tipo especialmente dotado de capacidade motora, tenho uma grande dificuldade em cavar de fininho quando aparecem os chamados temas quentes. É assim que respondendo ao chamamento de alguns leitores, venho abordar o estrepitante caso "O que Fazer com o Jorge Jesus". Faço-o agora pois não confio muito na minha coerência de opinião e sei que os resultados do próximo fim de semana poderiam vir a influenciar algo cuja conclusão deverá ser a mesma, quer arrebatemos o campeonato, quer fiquemos mais um ano em doca seca....que sempre é melhor que ficar afundado como o Bolama do lumiar...

Portanto, em minha opinião, para um técnico ser elegível para ocupar o lugar de Treinador Máximo Português, deve ser aprovado em dois parâmetros, sendo que o incumprimento num deles é automaticamente razão para chumbo no teste. Os parâmetros são "qualificação para exercer a profissão de Treinador Máximo Português" e "Condições para exercer a profissão de Treinador Máximo Português" Para que tenham uma ideia do que quero dizer com isto, dou dois exemplos: villas boas tem qualificações, é gajo que percebe da poda, sabe de táctica, tem currículo, etc, mas... não tem condições, é corrupto, tem o mesmo carinho pelo SLB que tem pela sogra, pensa que a palavra escarro é da família da palavra Glorioso. Outro exemplo, Camacho tem condições, respeitou sempre o SLB, excelente relação com o presidente (devia entrar no campo dos pontos negativos, eu sei) e com os adeptos, tem prestigio, mas... não tem qualificações, usa o mesmo 4-4-2 com que os Cruzados conquistaram Jerusalém e usa o "salir a ganar" tantas vezes que um gajo fica convencido que ele tem familia na vila de Salir no concelho de Loulé... Resumindo e concluindo, nenhum destes seria elegível para o cargo de Treinador Máximo Português. Quanto a Jesus:

Qualificações - já deu provas de que as tem. É certo que parte a equipa em mais metades (poupem-me aos acertos matemáticos faxavor) que um pão fatiado, mas a percentagem de vitorias fala por si. É exageradamente atacante tal como o Mortimore era estupidamente defensivo e o skovdahl era incrivelmente aberrante. Também o acusam de ser teimoso que é mais ou menos o que se aponta aos treinadores a quem não chamamos choninhas e influenciáveis. Uma vez fui à Luz ver o Toni meter o Mawete a pedido do público... ainda hoje recaem sobre os seus ombros a culpa daquele empate com o guimarães, porque o adepto tem a certeza que fez tudo para ajudar a equipa... Apontam-lhe o erro de ter sempre uma ovelha negra na equipa, mas também Toni tinha o alucinado do Abel Xavier, Trapp tinha o jaquim e o ivic tinha-se a ele próprio. No fundo todos os treinadores acreditam que por serem tão superiores aos outros têm o dever moral de tentar equilibrar a balança. Neste parâmetro a nota é positiva.

Condições - por vezes as condições têm que ser conquistadas pelo treinador e são dadas pelo presidente e pelos sócios e adeptos. Estes são demasiado voláteis para serem levados a sério nestas questões, baseiam-se em princípios de "com este gajo já demos 8 contra 11 jogadores e hoje só demos 6 e o adversário jogou 5 minutos com 10 jogadores... t'imbora óh alimária". Por isso é que há umas eleições de vez em quando... ou quando o LFV quer... para escolher um entre todos os sócios que fique responsável por dar condições aos treinadores. O nosso sócio responsável por isso tem feito todos os esforços possíveis e imaginários para não cumprir, especialmente desde que viu que corria o risco de se acabar o "SLB do Vieira" que seria substituído pelo "SLB do Jesus": apoiou um corrupto para a liga... não contente, apoiou-o para a federação; aparece para receber os louros quando a equipa ganha, esconde o peito quando perde, porque isto das balas é coisa para aleijar; quando surge o boato de que Jesus foi aliciado pelos corruptos e utilizou isso para conseguir um aumento de ordenado, ninguém aparece a desmentir, porque se calhar é coisa interessante para utilizar se no futuro as duas partes deixarem de beber vinho pela mesma palhinha; resolve um conflito entre o treinador e um jogador colocando este por empréstimo num rival directo etc, etc. Com tudo isto a massa adepta e associada vai criando anti corpos e cansaço em relação ao treinador... até porque parece ser essa a intenção do sócio-mor. As condições escoam pela pia como o pivô dentário que se desprendeu quando lavávamos a cara... até que ultrapassam o sifão do "ainda é recuperável" e aí já não há nada a fazer senão deitar mão dos trocos da conta poupança e ir comprar outro..

Posto isto e feita esta análise de balancete analítico, é com extrema mágoa que concluo: para mim o melhor treinador do SLB dos últimos 20 anos ficou sem condições para assumir o leme do barco por mais um ano. Porque me parece que a partir da época passada o seu sucesso deixou de depender apenas dele. E esta opinião não é alterável conforme a classificação final. A pergunta que se impõe agora é... quem cumpre ambos os dois parâmetros para exercer a função de Treinador Máximo Português?

(comentários do estilo "ah mas se mandamos o Jesus embora ele vai para os corruptos e é campeão" serão apagados com espectacular subtileza... democracia sim, mas aqui o único com direito a escrever disparates macabros sou eu!!)

14 comentários:

Anónimo disse...

Paulo bento se portugues UNICO NAO EXISTE OUTRA HIPOSTESE eh benfiquistas eh um lider nato pois eh isso que necessitamos e nao tem os seus meninos preferidos nem as suas merdas de embirraçoes como estes smi treinador jesus tem que nos lixoou.
Caso seja estrangeiro Sven oh lippi
pelas mesmas razoes estes com talvez acrescidos de experiencia. Sem vieira claro que eh o amior problema deste benfiquinha de 11 anos de titulos mediocres e gestao danosa

AbraXas disse...

podias ter feito logo a pergunta ufff!
a resposta à questão "quem cumpre ambos os dois parâmetros para exercer a função de Treinador Máximo Português?" feita no post "Texto para curar insónias provocadas pelo SLB." publicado no blog "a Mão de Vata" no dia 18/04/2012 é ... ver na resposta seguinte

AbraXas disse...

para mim, na minha opinião, não precisas concordar, podes até mesmo discordar, mas só há dois homens com competências e capazes de aguentar o agá maísculo que é o mínimo exigível para treinar o SLB:
1 - Mourinho
2 - leonardo jardim (se já não estiver irremediávelmente contaminado)
3 - Humberto Coelho com uma espécie de Queiroz (ou uma equipa de queirozes na sombra)- tipo ferguson

AbraXas disse...

óbvio que não incluí mourinho no grupo dos homens ... a opção 3, por uma questão estética e de principios gométricos, é a minha favorita.

moleculasdeamor disse...

Eu 'tou que nem posso, porque eu gostava desta alimária, não fosse a merda que "ele" fez pós-Guimarães...
E as decisões de porcaria... e os Emersos e o crl... para mim esta mula da cooperativa ficava mais 3 ou 4 anos - gosto de futebol de ataque...

Falei em Preud'homme... esse Jardim não sei se não está com o virús lá de xima... o Paulo Bento parece-me um JJ com menos capacidade ofensiva (não sei se este comentário faz o mínimo sentido!)... é uma situação complexa... estrangeiros não os conheço... isto só mesmo tipo o Rui Costa é que sabe... e aquele Laudrup???

Sei lá sei lá... 'tou que nem posso!

POC disse...

Michel Preud'Homme.

mojo disse...

Quem tem dinheiro para dar 2.4 milhoes por ano pelo jesus também deve ter para os dar pelo Bielsa.

rui disse...

Eu acho que se o jesus se for e o lfv continuar o filme vai ser o mesmo que tem sido ate hoje...ganhamos de x em quando..quando n ganhamos despedimos o treinador e tal e pronto andamos nisto

Hugo disse...

O Rui disse tudo...

Bicadas disse...

Ò Constantino, podes apagar já isto, mas diz lá se não tem piada que, relativamente a JJ, tripeiros, lagartos e muitos Benfiquistas tenham os mesmos votos relativamente ao futuro?

Cumprimentos

Bcool973 disse...

Vou esperar pelo fim da época, pois acho que é resposta para dar no fim da época depois de balanços feitos, mas a minha opinião está quase a 100 % formada, ainda falta o quase

André Costal disse...

Bielsa :)
se bujardar hoje nos corruptos simulados tem mais que a porta escancarada

Ricardo disse...

Por mim, mantinha o Jesus com uma condição: sair o Vieira. Os dois juntos já se viu que é impossível. Se se mantiverem para o ano, podem contar com mais uma época de insucesso. Porquê? Porque o Jesus tem as tais qualificações mas só tem condições se tiver um açaime. O Vieira, em vez de lhe dar um açaime, largou-o da trela numa praia cheia de betos. Foi um problema.

Uma Direcção benfiquista, competente e profissional; uma equipa de prospecção de qualidade e um director-desportivo que realmente o seja seriam, com Jesus, sucesso garantido.

Mantendo-se esta gente que por lá anda, é como diz o Rui: vai um bocadinho dar ao mesmo. Seja quem for que venha, não tem estrutura que o sustente.

Gosto do Jardim. E parece que será mesmo o ele. O Wilfred sem o fato de cão. Por mim, tudo bem, gosto dele e acho-o um bom técnico. Mas o problema está mais em cima.

Vitto Vendetta disse...

Eu gosto do ginger romeno! Que sexi.