quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

SLB 3-0 pitéu da Curia

Não quero parecer presunçoso, mas apetece-me dizer ao nossos rivais: então sendo assim, vemo-nos no final do campeonato. O que custava era chegar à liderança isolada, agora já ninguem nos põe a vista em cima.
Após a peladinha de hoje sou obrigado a dedicar esta vitória ao sr. dr. carlos freitas, conselheiro nutricional do plantel leiriense. De qualquer forma, tendo em conta as fantásticas exibições do elias e do carlão, quando comparadas com a do trio de arbitragem fico na dúvida de quem partilhou o repasto no Restaurante Anadia com o excelso representante bracarense. Nisto da arbitragem não me vou agarrar aquele penalty indiscutivel ou ao fora de jogo do Cardozo. Para demonstrar o que foram os apitadores e bandeirinhas de hoje refiro apenas um fora de jogo tirado ao Ramires na 2ª parte em que parte claramente em jogo, a 20 cm de distância do fiscal, bem junto à linha. Não se erra assim sem querer.
Uma vez que estamos numa de recados e criticas, os grandes miguel prates e pedro henriques não podem ficar isentos. Pedidos de amarelos para jogadores do SLB foram mais que as mães, mas caricata mesmo foi a aflição do prates na 1ª parte quando uma bola pinga na área da malta da Curia e o sr. comentador ao ver Cardozo encaminhar-se sem oposição para o cabeceamento grita em pânico "então? Ninguém?". Pudesse ele e teria saltado lá para dentro para cortar o lance.
Do SLB exibição certinha, como se quer, demonstrando uma superioridade assustadora (para os curienses, claro) chegando sem dificuldades aos 50 golos na Liga, que é mais ou menos o número de golos que os excursionistas do lumiar já sofreram este ano.
Por falar naquela comédia, confesso que vi um pouco do jogo de ontem, deitado no sofá. Do ângulo de observação em que me encontrava, vendo as riscas verdes na horizontal e tendo em atenção a qualidade futebolistica demonstrada pelos esverdeados fiquei a pensar que eram os chocos frrritos de Setubal que defrontavam a tripeiragem. No final fiquei com uma dúvida: carlos carvalhal estava a levar o scp pelo caminho da retoma ou por um cmainho sem retorno? Bom, quem entra em campo com toneis, adriens, patricios e saleiros habilita-se a trepas.

4 comentários:

Anónimo disse...

Genial! Descobri ontem este blog e não páro de me deleitar com as crónicas passadas.

Mário disse...

Muito bem! apenas sugiro ao meu confrade que troque "tripeiros" por "andrades" uma vez que uma coisa é ser "portuense" outra é ser do grémio de contumil "portista".

Osvaldo Manso disse...

O jogo entre os coitaditos de Alvalade e o Futebol Clube da Batota só prova como o Glorioso não pode contar com terceiros.

Embora eu, tal como o autor deste blog, seja incapaz de torcer pelo scp (assim mesmo em minúsculas), a verdade é que uma derrota dos batoteiros dava jeito para contribuir para a instabilidade desse clube.

O que se viu, tal como na última jornada da Liga quando o scp fez turismo em Braga, mostra que, de facto, não se pode mesmo contar com esse clubeco para nada.

Quando me comecei a aperceber de que os lagartos iam levar tareia, não consegui evitar torcer por mais golos dos batoteiros (desde já me penitencio por este pecado mortal) e foi grande a minha risada quando se atingiu o 4.º e depois o 5.º golo.

Infelizmente, cada vez mais salta à vista que perdemos dois pontos quando fomos fazer as necessidades no WC do Lumiar. Nesse jogo mostrámos uma certa falta de ambição, nada condizente com o campeonato que temos feito.

Quanto ao jogo do Glorioso com o Leiria, não há comentários a fazer. As imagens valem por mil palavras. Quem não viu, corra a ver o primeiro golo (da autoria de Saviola-Aimar-Saviola-Cardozo). Às vezes, precisamos de ver golos assim para nos lembrarmos de que o futebol é um jogo colectivo e que não são os Cristianos Ronaldos ou os Messis que fazem as equipas e resolvem os jogos.

Anónimo disse...

Grande Constantino, as crónicas são demais. Parabéns.

Só não percebi ainda porque não consegues ir à bola e te sujeitas a ouvir o Miguel Prates... Falta companhia? Tens sempre que fazer à hora que o Glorioso joga? Como é?

Luis Rosário