sexta-feira, 3 de junho de 2011

Negócios em cima do joelho

Uma vez mais, o SLB falhou num negócio, no caso especifico, o empréstimo do Sidnei. Eu gostava de saber quem foi o brilhante pensador que teve a espectacular ideia de mandar um tipo com tendência para engordar para a pátria mãe dos Kebabs. Se era para isso mais valia emprestá-lo ao Juventude de Évora para o homem se poder empanturrar de Carne de Porco à Alentejana. Era mais perto da Luz e ficava logo ao pé da herdade do Peso Pesado. Cuida-te mano...

8 comentários:

Galaad disse...

Quero lá saber disso!!!

Esqueçam tudo!!! Tudo!!!!

Quem nunca leu o "El Tino Numero Uno" não sabe o que é um blog... Ou pelo menos, o que é estar embrenhado numa realidade paralela muito própria e perturbada!

Tino: não pares!!!

Constantino disse...

Caro Galaad,

Havia outras formas mais subtis de dizeres que este blog é fraco. Dizeres que é tão fraco ao ponto do El Tino Numero Uno ser melhor iriça-me os 3 pelos do pescoço e a verruga na maçã de Adão (falo nesta caracteristica anatómica como forma de expressar toda a minha masculanidade latina). Bom sou sincero, ficava em pior estado emocional se dissesses: a mão de vata é um blog mais fraquinho que a pipoca mais doce. Repara que te dei esta ideia só apos ter feito referência à minha maçã de adão. Assim caso entres por este caminho os leitores poderão exclamar: pois sim, mas neste blog cheira a sovaco cavalum e não gloss e rímel.

De qualquer forma, agradeço os elogios ao MEU outro blog e posso-te informar que tu, eu e o ricardo somos os melhores clientes daquilo. Temo que sejamos os únicos, mas talvez o mundo não esteja ainda preparado para tamanho escalavrar de lingua portuguesa.

Fica contudo a promessa: no dia em que alguem queira publicar aquilo em livro, ou coia melhor, tipo JOrnal do Benfica, tu serás agraciado com a oferta de 1 exemplar (oferta mediante o pagamento de 34,00€ + IVA e portes de envio).

Abraço.

PS - esta oferta não é válida se eu vier a descobrir que foste tu que fizeste com que o JNF se despedisse da blogosfera.

Ricardo disse...

A razão pela qual o El Tino Numero Uno não é lido é porque aquilo, chegados às primeiras... duas linhas já contorceu o cérebro dos pobres leitores que ali vão mas que não compreendem bem a coisa. Nós, eu, o Galaad e o próprio Tino, como temos um cérebro mixuruca e de plástico, conseguimos passar por aquilo sem que os neurónios comecem a saltar, tipo pipoca quente. A pipocar, no fundo.

Mas tenho um sonho. O sonho de um dia todos os cérebros serem disfuncionais como o do amigo Tino. O mundo seria melhor, certamente.

Constantino disse...

Caro Ricardo,

Esta é a vantagem dos disfuncionais, papam qualquer coisa (excepto a carolina salgado). Nós os quase analfabetos ficamos tão entusiasmados após coseguirmos soletrar as primeiras 4 letras de um texto que entramos em modo rolo compressor e lemos tudo. No final olhamos para trás e vemos que não aprendemos nada, mas fodasse lemos uma cena diferente do jornal desportivo e da Gina. Aliás, os textos que escrevo são tão maus que a única forma de me inspirar para os escrever é ler os que já escrevi. Bom, isso e ver jogar o djaló, o meu muso inspirador (alguns dos meus melhores textos foram escritos quando o homem foi convocado para a selecção.... que momento). Para os que duvidam do que digo apenas realço o seguinte: os meus textos fazem tanto sentido como o nome da filha do rapaz... ou menos ainda.

De qualquer forma, visto agora ter 2 leitores (portanto tenho mais 2 leitores do que o pasquim oporto), vou tentar ser um pouco mais regular nas publicações, pelo que em principio, la para fevereiro ou março de 2012 devo ter outro texto despachado. Quando publicar digo aqui.

Abraço.

JF disse...

Ahahah!

Dogus disse...

Há pelo menos mais um leitor que de vez em quando vai ao El Tino Numero Uno ler e reler algumas coisas... mas que está quase a deixar de o fazer simplesmente porque há uma referência... vá lá... meio insultuosa ao grande JUVENTUDE DE ÉVORA!!! Mas que raio!!! Não podias dizer que o homem devia ser emprestado ao Lusitano?!?

Post Scriptum (que não gosto de confusões com partidos políticos): não há melhor comida que a alentejana...

Nuno B. disse...

3 leitores. este , eu, muito regular. por altura da menstruação da minha mulher lá estou eu, batidinho, a ler el tino numero uno, que actua sobre a minha testosterona como se de um duche gelado se tratasse. directamente do picador de gelo para o cerebro. com esse gelo picado faço umas ideiarinhas ou umas ideiaroskas.

Galaad disse...

´Tás a ver Tino????

O mundo não pode, nem deve..., ser privado da tua, vá lá (juro que aqui hesitei...), demência!!!!

Ainda que tenhas um talento comparável ao do José Saramago no que toca a escrever sem virgulas, não te podes deitar á sombra daquilo que um Paco Bilha ou de um Martin del Cano grangearam (para o anónimo que aqui passa, grangear significa consguir...). Bolas, mesmo de um Juanito Talento!!!

Tino, lanço-te daqui um apelo: o povo quer mais. O povo precisa de mais!

E, se sentires duvidas, lembra-te sempre: existem mais leitores do que condóminos!!!!!

PS: Agora a sério: e não que tenha estado a brincar. A saida do JNF nada teve a ver comigo. Foi uma decisão pessoal e unilateral que teve a ver unica e exclusivamente com a pessoa dele. A blogosfera ficou mais pobre? Sim. Muito mais. Mas garanto-te: os motivos foram nobres e atendiveis. E como a esperança é a ultima a morrer, prefiro acreditar nas palvras dele de que foi um "Até já!"

Abraço para ti e para a imensa legião de segidores do Numero Uno