domingo, 25 de novembro de 2012

SLB 2-0 mosses d'olheum

1. Naquele fatídico jogo de pré-epoca na Alemnha, Luisão correu 30 metros até à entrada da área local, afiambrou uma mamilada no árbitro teutónico e deixou-o estatelado no relvado, vivo o suficiente para conseguir simular que estava morto. Ontem, mostrou ser um rapaz bastante mais calmo, atravessou 30 metros de campo em passo de trote, chegou à área olhanense, afinfou uma cabeçadorra no esférico e estatelou os algarvios no relvado, matando-lhes as hipóteses de ainda atingirem o empate... isto são factos... só não sei é se são apenas a confirmação de que o capitão regressou realmente mais forte ou se revelou que ele é bem mais eficaz de cabeça do que com o peito.

2. A ideia que normalmente transparece do estado de alma de Oscar Tacuara Cardozo é que se trata de um indivíduo sisudo, sério e sem grande sentido de humor. Contudo ontem fiquei com a ideia de que ele apenas gosta de cultivar esta imagem, quando na verdade é um bandalho galhofeiro que gosta de uma boa risada. Digo isto porque a forma como ele marcou o penalty foi com toda a certeza para gozar com o guarda redes corrupto... "mira coño gnomo portero... quieres ver donde te hay metido muy badalhocamiente um golazo con un patanazorro de zurda en la última temporada en el juego de la copa de la liga... ali naquele cantito mismo... payaso".

3.  Não sou tipo de pesquisar muito antes de escrever coisas, mas certamente não estarei muito enganado se disser que Rodrigo é o único jogador na história dod esporto rei cujo talento para a prática da modalidade está todo concentrado na anca, em vez dos pés. Infelizmente para ele quando o neardental do zenit lhe deixou a pélvis em pior estado do que a da Doce após a noite romântica com o Reinaldo, não houve forma de a reparar apenas com umas pequenas aplicações de gesso e descanso. Poderá ser a revelação do ano, mas a única forma de resolver o problema dele foi substituir-lhe a anca... acontece é que, pela forma como ele está a jogar neste momento, a que lhe foi transplantada pertencia a uma dançarina de dança do ventre...

4. Se fosse possível misturar Vitor Paneira e Azar Karadas, aposto que saía um "Sálvio-contra-mosses d'olheum". Ontem o pequeno argentino fez a cabeça em água à lateral esquerda piscatória, mas de cada vez que lhe caiu nos pés uma oportunidade de golo, ele preferiu finalizar "à Noruega" e meteu redondinha no Terceiro Anel. Da forma como o genial jogador das Pampas estava a finalizar ontem, bem que os mosses d'olheum podiam ter vindo sem guarda redes que não corriam perigo de sofrer golos... em compensação todos os lojistas do Colombo devem ter tido o cuidado de entaipar as montras porque o perigo de apedrejamento com balrroaços vindos da Catedral esteve sempre bem presente.

5. O treinador dos lagartos algarvios fomenta o discurso trauliteiro de tal forma que muito dificilmente não chegará ao ponto da sua carreira em que dará conferências de imprensa com boné amarelo na equipa a comentar as incidências de uma derrota do seu paços de ferreira... pode parecer um tiro no escuro esta afirmação, mas sejamos realistas... tanto o discurso como a disposição táctica da sua equipa indicam que há muito "josé-motismo" na forma de treinar do ex. jogador corrupto. Fiquei é com uma dúvida... o SLB tem parquimetros na garagem? Pergunto isto só porque o tipo disse que ia deixar o autocarro na garagem da Luz, mas acabou por o levar mesmo para a relva...

6. Ultrapassa os meus limitados conhecimentos, o clube do coração do vasco fernandes, mas a avaliar pelo que vi ontem, é lampião empedernido como eu e talvez tenha como jogador preferido o Maxi Pereira. A forma como agarrou o uruguaio na área, aponta realmente para isso, só não se sabe se o fez porque, apanhando o sei ídolo ali à mão de semear, sucumbiu a um fortíssimo desejo de o abraçar, ou se por outro lado pretendia trocar de camisola com o Cantiflas da nossa defensiva. Qualquer que tenha sido a razão, óh vasco... esperavas pelo fim do jogo... imagino que seja difícil reprimir tamanho desejo, mas prejudicaste a tua espécie de equipa... mais, se realmente queres uma camisola do Glorioso, deixa de ser forreta e compra uma.

7. De uma vez por todas, alguém me explique a regra dos equipamentos quando são parecidos ou têm a mesma tonalidade. Sei que há uma equipa que tem que jogar com equipamento alternativo para que o árbitro não se confunda na hora de roubar, não sabia é que tinham que jogar as duas. O que se passou ontem para jogarmos com o equipamento que me traz à memória flashes do "azul à Benfica vale e azevedista"? Descobrimos que temos um roupeiro daltónico? Ninguém quis arriscar sujar o equipamento vermelho glorioso em dia de intempérie? O Carlos Martins vestiu por engano uma peúga do equipamento alternativo e tiveram medo que ele se lesionasse a tira-la do pé? 

8. Carlos Martins jogou 68 minutos sem se lesionar... só isto já merecia ser o destaque do jogo, ou pelo menos para lhe ser atribuido o troféu de "momento surreal da partida". É certo que evitou a toda a brida rematar de longe ou fazer passes longos, mas isso não lhe tira o mérito. Foi uma coisa tão estranha que quando o Jesus disse ao Raul José "se calha ameto o enzcremente e saque dali o Carles", a resposta do adjunto foi "oi? Então o gajo ainda ali anda? Mau... então quem era o tipo que ficou no balneário a fazer gelo"... e pronto, foi desta forma que se descobriu que o izmailov anda a frequentar o balneário do SLB porque os serviços municipalizados de Lisboa já cortaram a água em alvalade e lá o russo não consegue arranjar gelo.

9. O jogo de ontem marcou o centésimo jogo de Jorge Jesus enquanto treinador do nosso porta-aviões, ao mesmo tempo que se comemoraram 101 jogos sobre o último golo do Mantorras em jogos oficiais pelo Glorioso. Refiro isto porque acho bonito juntar na mesma comemoração um gajo que não tinha rótulas e um outro que não consegue dizer rótulas correctamente... "rót'las". Em comum têm também a experiência ao nível de cirurgias plásticas... o Jorge em termos de plástica estética, o Pedro mais no ramo de plástica para remoção de elementos plásticos do corpo. Por fim quero só referir que ambos partilham a mesma nacionalidade... sim estou ao corrente de que Mantorras é angolano e Jesus é português, mas este último é da Amadora, que é pátria de uma enorme comunidade angolana... p'tantes...

10. Após jornadas de Champions o SLB prima sempre por se apresentar de forma lenta e sem dinâmica dando a ideia de que os jogadores detestam jogar contra tipos dos quais não querem autógrafos ... excepto, pelos vistos aquele rapaz holandês da esquerda que provavelmente pensou que estava a defrontar o AC Milan. Isto preocupa-me porque a visita ao alcochetense do lumiar vai ser após a nossa visita a camp nou e tenho medo da reacção dos nossos atletas ao facto de defrontarem messi, xavi e iniesta durante a semana e depois terem pela frente o rojo, o gelson fernandes e o viola ao fim de semana... temo facilitismo e falta de motivação da nossa parte. Talvez fosse melhor marcar o jogo de Taça de Portugal com o Aves, o Caldas ou o Coimbrões para a 6ª feira entre camp nou e alvalade só numa onda de entrarmos no derby mais habituados ao nível deles...

2 comentários:

João Jordão disse...

"O Carlos Martins vestiu por engano uma peúga do equipamento alternativo e tiveram medo que ele se lesionasse a tira-la do pé?"

Só por esta já valeu a pena ter aqui vindo ler este post. Obrigado! ahahahah

J.P. Gonçalves disse...

Brilhante como de costume...