quarta-feira, 21 de novembro de 2012

SLB 2-1 highlanders

1.Não sou veterinário, mas sei fazer diagnósticos absolutamente acertados baseando-me apenas no que vejo. Por exemplo, se um cão tem as narinas mais secas que uma piada pintocostista é porque está febril; se um gato está mais espalmado no alcatrão da EN125 do que uma panqueca ensopada de xarope de ácer é porque está morto; se o Artur sofre outro golo após falha em cruzamento originário de uma bola parada adversária é porque está com robertose, que é tipo uma cirrose das mãos. Agora é preciso ter cuidado, a robertose tem cura se for diagnosticada e tratada a tempo. Senão, evolui para nenose e aí já não há volta a dar, aquela merda alastra pelos jogos todos e pior... o gajo faz uma permanente no cabelo e começa a cantar Júlio Iglésias em desafinação constante.

2. Há 4 anos atrás eu não levantaria esta questão, mas depois do caso da Semenya, um tipo tem que duvidar até das promessas de um político (ao que isto chegou, quando não se pode confiar na palavra de politico...). Portanto... têm a certeza que o Matic é mesmo do sexo masculino? Eu já tinha ficado com a pulga atrás da orelha por ele ser totalmente desprovido de vida capilar no corpo, excepto naquela marrafinha em cima do cucuruto cranial, mas depois de nos últimos jogos ter observado com atenção a forma calma e paciente como ele desliza pelo campo, fiquei a pensar que ele parece uma gaja às compras no shopping a levar tooodooo o teeemmmpoooo do muuunnnddddoooo a ver montras e a experimentar roupas do género "ai, já experimentei este top tamanho XS 10 vezes e continuo a não entender porque achas que não me fica bem".... "PORQUE TU PESAS 147KG"... diga-se que o facto do sérvio ter saído ontem do campo a queixar-se da peida também não ajudou a desmistificar isto.

3. Que o SLB não consiga controlar os adeptos, entende-se... somos uma tribo fora de controle quando vê o SLB jogar... pelo menos falo por mim... Mas uma estrutura devidamente profissional, estruturada e competente tem que ser capaz de controlar os seus próprios jogadores. Por isso gostava que me explicassem a razão de o SLB andar a tentar evitar a interdição da Catedral pela UEFA, devido ao rebentamento de "patardes" e depois o Cardozo e o Sálvio estão 90 minutos a estourar pirotecnia na barra da baliza adversária. Apesar da qualidade destes estardalhaços, o vencedor do prémio "patarde mais valente e feroz que fez estilhaços mais barulhentos daqueles de estoirar tímpanos a surdos" vai para a bomba do Ezequiel. É que além de ter provocado uma explosão... de alegria nas bancadas, também teve o condão de acabar com os lasers verdes... e em termos de "verdes", também lhes acabou com o festim. 

4. Já há muitos anos que não via o Glorioso disputar um jogo de Champions League contra uma equipa tão fechadinha na sua defesa como estes verdes escoceses. Se a Madonna tivesse mantido as pernas tão fechadinhas como estes bezanos hoje na Luz e ainda hoje podia cantar o "Like a Virgin" sem que isso soasse a uma aldrabice descarada. Imagino que na declaração de IRS do treinador deles, homónimo do Beatle, não deve aparecer como "treinador de futebol" mas sim como "serralheiro civil - especializado em portas, portões, cadeados, trincos e ferrolhos". O tipo foi mesmo o único escocês (neste caso irlandês) a não festejar o golo da equipa dele. Quando a cara dele aparecer no pequeno ecrã, estava mesmo com cara de "como caralho é que aquele cabeludo se livrou da grilheta que o prendia à entrada da nossa área e foi até ao outro lado do campo fazer aquilo?".

5. Das três uma: ou os gregos têm inveja do poderio económico português ou têm algum contrato de promoção de vinhos espumantes ou champanhes ou então é só mesmo uma aversão natural à baliza da bancada Sagres... é que depois do charisteas, ontem apareceu outro grego peçonhento a cabecear uma bola vinda de canto, na baliza da bancada cervejeira, que para além de quase nos tirar uma boa maquia de guito do bolso, também levou a que na iluminada casa da madalena fossem bem audíveis estampidos de cortiça a propulsar-se do respectivo gargalo de garrafa de néctar alcoólico francês. Felizmente para o SLB, El Negro fez as honras da casa como Cobrador de Fraque e com uma bazucada recuperou o guito em dívida, e mostrando que o Benfiquismo é uma religião bem mais poderosa que o catolicismo, contrariou Jesus e transformou o vinho em água... de esgoto.

6. Sou obrigado a concordar com o Joca Jesus quando ele diz que o "Djalohn serve para o campeonato mas não tem estaleca para equipas de Champions... vá... excepto para o Maxi Pereira". Obviamente que me vão dizer "epah mas o Mantorras holandês com duas rótulas marcou um golo aos escoceses  e eles ganharam ao barcelona, por isso são equipa de Champions". Pois é verdade, mas... os lagartos também ganharam ao braguinha do augusto duarte e não é por isso que os podemos considerar equipa de 1ª Liga. É preciso é ter atenção que é mais fácil ganhar aos highlanders do que aos lagartos... é que enquanto uns estão carregados de cerveja até à raiz dos cabelos do seu guarda redes que mede para cima de 17m de altura, outros estão equipados com altas doses de proença até ao topo do seu bidão de "resultados ridículos", que mede para cima de 389m de altura.

7. Ao fim de 4 meses de águia ao peito ainda não tenho uma opinião formada acerca da nossa asa holandesa, essencialmente porque ele é demasiado rápido para eu o conseguir acompanhar. Sempre foi essa a vantagem de um Beto, um Delibasic ou um Andrade... eles pegavam a bola, eu deixava-me dormir e quando voltava a acordar ainda eles estavam a iniciar a jogada. Assim era fácil seguir e avaliar a falta de recursos técnicos deles. Gajos como Djalohn ou Sálvio tornam a minha vida complicada. Aliás, o argentino agora até faz cuecas e uns movimentos rápidos com os pés... fodasse Eduardo... faz essa merda devagar homem. Com asas tão rápidas, qualquer dia temos que alterar a ave símbolo histórico do clube, de águia real para... beija-flor...

8. Joca Jesus às vezes parece aquele puto arruaceiro que bate nos outros miúdos, rouba-lhes o dinheiro do lanche e provoca uma onda de terror na escola o membro mais feroz dos esquadrões suicidas da Al Qaeda (bem... fazia corar... se realmente for o mais feroz, de certeza que já se implodiu todo das entranhas), mas depois quando é chamado ao gabinete do directo é mais mariquinhas que o "João-Chorão-Mija-no-Colchão". Em jogos de campeonato "adeslarga" a equipa toda a descer a Falperra sem travões e sem rédeas a atacar que nem D. Sebastião em Alcácer Quibir. Depois quando lhe aparecem jogos de Champions acagaça-se todo nas cuecas, joga para o empate ou para defender vantagens mínimas como se estivesse com o seu Amora apenas com 9 jogadores em Old Trafford a defrontar o Yunáite.

9. Bastaram-me dois jogos contra estes sapateiros de sotaque inglês fabuloso para melhor entender porque raio o Cadete é idolatrado lá no sítio... conseguia dar dois toques seguidos na bola. Especialmente se olharmos para aquele avançado deles com nome de menu do Burger King fica-se com a certeza de que se o Mawete Júnior um dia tivesse vestido a camisola escocesa de padrão afoleirado, tinham retirado o seu número quando terminasse a carreira. Poderemos estar à beira de ver nos oitavos de final da Champions a equipa menos dotada de qualquer tipo de princípios básicos da modalidade na história da competição... ou pelo menos desde que meia dúzia de indivíduos encheram o Marquês para festejar a passagem de uma outra equipa com o mesmo gosto em pronto-a-vestir, a esta fase da competição.

10. A Europa do futebol ficou ontem toda encalacrada por o filho do Mancini ter dito que o seu progenitor percebia mais de bola que o Zé Mourinho. Eu peço desculpa, mas sou obrigado a concordar com o puto e para provar o meu ponto de vista, apenas pergunto aos cépticos: acham que o Mancini dispensaria o Garay e ficaria com o Albiol? Bolas... arrisco perguntar... Jesus faria isso? Dispensar Mora e ficar com Kardec, ao pé disto é como dispensar Paulo Madeira e ficar com Paulo Pereira (mau exemplo?... humm... talvez...). O dia em que o treinador do SLB cometer um erro da magnitude do cometido pelo Zé dos Chocos Frrrritos, será o dia em que eu começarei a comercializar piñatas com a forma da cabeça dele... não sem antes fazer um "test-drive" a uns 30 ou 40 exemplares, usando para tal uma barra de ferro incandescente.

7 comentários:

POC disse...

Muito bom :)

Anónimo disse...

Ora ainda bem que regressaste!!

Alberto disse...

Porra, que raio de comentário. Mais parece escrito por um qualquer adepto do contra... ... ... ... ... o Benfica.
Será que se aproveita algum jogador do plantel?

Constantino disse...

Alberto,

Oi? Posso devolver a expressão "que raio de comentario"?

Em 10 pontos falo bem de Matic (pela forma calma e paciente que desliza pelo campo), Ola John e Salvio (pela velocidade que colocam no jogo), Cardozo e Salvio (pelas bombas à barra), Garay (pelo golo e por não entender como o mourinho acha o albiol melhor).

Apenas citico artur (porque já tinha dado barraca no golo do beira mar e neste foi comido), Jesus (defendeu muito cedo o 1-0 e ainda arriscou a defender o 2-1) e o Kardec 8porque realmente... é o Kardec).

Portanto chefe, podes criticar a qualidade da escrita (aí terás toda a razaão) mas não podes dizer que não falo bem dos nossos jogadores.

Abraço

fernando disse...

Muito bom, gostei especialmente do momento Carlos Xistra "adeslarga a equipa".

artnis disse...

Mais um bom e assertivo texto!

RaquelS disse...

Tino,
já tinha saudades de regressar da Luz e vir aqui ver o "relato" do jogo... que regresso em grande!