segunda-feira, 11 de junho de 2012

Empréstimos (texto para maiores de 18.... ou 31 no caso de gentes mais sensiveis)

O acto de mandar alguém para o caralho que o foda é algo que encerra em si toda uma beleza intrínseca difícil de explicar. Em termos de empolgamento,  atinge patamares bem mais altos que um seco "vai apanhar no cú" por exemplo e não chega ao ponto máximo de avacalhamento presente num "a tua mãe é que é". A beleza do "vai para o caralho qu'ta foda" é de tal forma universal que, sendo uma expressão eminentemente homofóbica, é inclusive utilizada no mundo homossexual com a mesma frequência que entre os heterossexuais. Talvez seja abusivo dizer isto, mas penso que desde a primeira vez que a expressão foi utilizada que toda a Raça Humana a recebeu calorosamente e e abraçou carinhosamente.

É por ser uma expressão pela qual eu tenho um carinho particular que eu hesito veemente em utiliza-la para me dirigir ao anormal que aprova empréstimos de jogadores excedentários do SLB a equipas cujos treinadores são lá colocados a martelo pelos corruptos. Parece-me demasiado simpático dizer "óh demente... e se te fosses para o caralho qu'ta foda em vez de emprestares o David Simão ao pedro "mau, querem ver que afinal não sou tão espectacular como a imprensa me pinta" emanuel e o Oblak ao nuno "fodasse que esta bufinha do ruben amorim trazia fogo" espirito santo?". Que aliás, certamente foi o mesmo individuo que achou que emprestar o ruben amorim ao braguinha do augusto duarte era uma ideia levada da breca...

Não sei, parece-me que ao optar por este vocabulário estou a ser excessivamente condescendente com alguém cuja capacidade de raciocínio lógico ao nível da defesa dos interesses do Sport Lisboa e Benfica, quando colocada numa tabela explicativa, fica dois ou três degraus abaixo da mão esquerda do Zach Thornton... vá, suponhamos que num dia bom consegue ganhar um lugar na classificação ao Paulão "Coice de Mula". Talvez haja uma expressão que melhor reflicta o asco que tenho por essa ou essas pessoas. De momento, na minha busca pelo meu dicionário pessoal de ofensas, o melhor que me ocorre é um "anormal da merda, só espero que um dia fiques com a pila presa num carril do Alfa Pendular para ele ta cortar e viveres muitos anos na mansão da Playboy saudável mas eunuco".

3 comentários:

POC disse...

Touché.
E por favor, "vai para o caralho que ta foda" é quase dar um abraço ao anormal...

Abdul Abdullah disse...

Que as pulgas de mil camelos lhe infestem os quilhoes e que ele nao tenha braços para os coçar.

Mas, pela possibilidade de ter um bufo num platel amestrado retiro um camelo dos mil acima.

rui disse...

tenho um tio afastado que á noite fala sozinho com o garrafao de vinho e com o cão e em quase basicmaente tudo o que diz, acaba com, é o caralho keta fÕda