terça-feira, 10 de julho de 2012

O Meu Puto e todo o juízo que ele não tem

Por muito que tente, não consigo evitar que o SLB seja a segunda coisa mais importante da minha vida. A esta altura do texto, portanto bem mais cedo do que habitualmente, já estará o leitor mais militantemente benfiquista a gritar para o seu ecrã, enquanto atira o rato para o contentor do lixo "seu lagarto empedernido, tu nunca me enganaste... o SLB é a coisa mais importante da vida de um benfiquista". A estes respondo que estão errados, o SLB é a coisa mais importante, mas da vida dos lagartos. Para mim, na tabela das importâncias, o Glórias só perde para o facto de eu estar vivo. Chamem-me o que quiserem, mas eu acho que estar vivo é a coisa mais importante de minha (reparem agora o substantivo)... vida. E estar vivo é também algo que potencia e muito o meu benfiquismo, que isso de dizer que até morto sou benfiquista é muito bonito, mas eu tenho cá para mim que o meu fanatismo encarnado se vai ressentir um pouco quando eu estiver dentro de um caixote de madeira e com umas pazadas de estrume em cima. É certo que o estrume fertiliza, mas não estou a ver o meu amor pelo Glorioso florescer por aí além, depois de dar o peido final (esta última frase carece de confirmação. Espero dá-la dentro de uns 60 ou 70 anos).

A minha relação com o Benfica é um pouco como uma relação de pai/filho, assumindo eu o papel de progenitor, desconhecendo contudo quem foi a felizarda que teve que abrir o pernil para dar à Luz uma coisa tão enorme... bom, bem vistas as coisas, a rapariga é capaz de não ter sido assim tão felizarda... por via das dúvidas se alguém quiser procurar a jovem, comece pela lista das inválidas e que só se movimentam com cadeira de rodas, que um bebé do tamanho do SLB é coisa para descadeirar toda e qualquer pélvis. Curiosamente nesta relação pai/filho existem coisas em que o Meu Clube dá realmente ares a mim, a tal ponto de poderem ser suscectiveis de a minha mãe poder soltar um sarcástico "tal pai tal filho... é para veres o que eu sofria contigo". E aqui tenho de lhe agradecer por ainda hoje me falar e por manter a enxada livre do meu sangue.

Uma das coisas que tenho em comum com o Meu Puto é o desleixo na preparação do ano lectivo. Recordo que cerca de um mês antes do inicio das aulas já a minha mãe me dizia para eu ir comprar as coisas todas que precisava para a escola. Eu feito preguiças (que continuo muito orgulhosamente a ser) dizia-lhe que tinha até ao dia antes do inicio das aulas para ir às comprar e lá ia eu brincar com a minha Barb... bola, com a minha bola. Acontece que como eu guardava tudo para compras no último dia, quando chegava à papelaria (miudagem jovem, papelaria era uma coisa que havia antes dos hipermercados... peçam aos vossos paizinhos para explicar) já os outros meninos tinham comprado todas as canetas Bic e todos os cadernos da Candy Cand... dos Três Moscãoteiros (como já adivinharam, estou a falar de quando frequentei o Ensino Superior). Felizmente para mim, as meninas também tinham ido às compras, pelo que lhes podia fanar as canetas Bic... quanto aos cadernos, tinha que comprar mesmo os de capa preta, o que fazia que no final do ano tivesse a primeira e a última páginas do caderno tingidas a preto, de tal forma que era impossível ler toda e qualquer garatuja que eu lá tivesse feito com... canetas fanadas às miúdas (também tentei fanar canetas aos miúdos, mas eu era muito pequeno e foi uma experiência dolorosa, tipo quando os lagartos levam na boca do SLB). Não preparava as coisas com antecedência... sofria no fim.

Por saber empiricamente do erro que é preparar o ano lectivo no último dia é que sempre digo que sonho com a época em que o SLB parte para estágio com o plantel fechado. Inclusive lhe digo isso todos os dias de manhã como bom pai que quero ser. Talvez seja uma utopia porque no futebol trabalha-se um pouco como na indústria automóvel via internet... um gajo tem que estar sempre à espera de um negócio de ocasião, mas normalmente, a ocasião faz o ladrão e leva-se com cada barrete de última hora que depois nem dá para emendar a mão. Infelizmente para o SLB, ainda não foi desta que a coisa se preparou com antecedência: partimos ontem para estágio, sabendo que uma boa maquia dos convocados não ficará no plantel e que ainda falta gente para chegar. Aliás, em 1 semana já dispensamos o Yartey e promovemos o Roderick, que é coisa para dar logo aquele ar "comprei uma caneta Molin azul, mas o que eu queria era uma Bic preta, por isso deito fora este Molin azul e vou buscar uma com a publicidade da Trinaranjus verde, até encontrar uma Bic azul".

Depois, com 2 semanas de trabalho, o SLB ainda não vendeu e apenas sacou 1 reforço (sejamos realistas, para além do John o resto é apenas aumento de plantel, não é reforço de plantel). Não me entendam mal, não preciso que o SLB venda jogadores nem que os compre. Apenas sei que o vai fazer e dava jeito que já o tivesse feito. Não vendam ninguém e arranjem-me um lateral esquerdo e eu sou o gajo mais feliz do Mundo, mas até nisto dos laterais a coisa anda mais devagar que o Matic... ou vão me dizer que o LFV e o Jesus foram surpreendidos no dia da apresentação com a falta de um lateral esquerdo? "Óh, óh Jorge... não está aqui a faltar nada?"... "óh, óh, Luis, estava mesmo a pensar nisso.... 'Cha cá contá-los de novo.... 77, 78, 79... sim, estão cá 79 jogadores, mas parece que nos falta um lateral esquerdo"... "Epah Jorge, fodasse... de certeza que foi o cabrão do Rui que deu raia outra vez... não te preocupes que eu dou já um soco na mesa e resolvo isto"... 

Cada vez mais estes estágio de pré época se parecem com aquelas viagens de finalistas em que vão 10 escolas juntas e fazem lá uma grande festa, apanham altes pifos, copulam que nem coelhos, saltam de varandas do 25º andar, mas quando voltam a casa, separam-se todos e nunca mais se voltam a ver... especialmente ao idiota que saltou do 25º andar, que eu não me importava mesmo nada que fosse o enzcremento perez. Isto é mesmo o tipo de sitio que nenhum bom pai gostaria de ver o seu filho... eu não fujo à regra.

2 comentários:

POC disse...

É só mais do mesmo.

E lateral direito, que desde há uns 5 anos que não temos suplente e fiam-se sempre no Maxi não se lesionar? ...

moleculasdeamor disse...

Não estarás a ser demasiado exigente? Oposicionista mesmo?

Mas tu percebes alguma coisa disto de preparar épocas?... seu malandro a mandar postas de pescada em assuntos que não percebes...deves ser um engenheiro com ares de treinador deves...

Ah o mundo o mundo tem tanta gente a opinar que até cansa... eh he he he... estes oposicionsitas malandros ;))