sábado, 7 de julho de 2012

Só se troca um "homem de ferro" por um "homem de madeira".

O boneco menos ecológico do mundo é o Pinóquio, conhecido por ser feito à base da desmatação de florestas e bosques, bem como por ser o tipo cuja penca fica erecta a cada peta que ele manda. Na prática, quando nos referimos ao filho do Gepeto, falamos de um individuo que futebolisticamente se assemelha a uma mistura entre o matreco pereira (portanto com a cabeça cheia de serradura) e o paulo pereira cristovão (portanto um aldrabão inveterado). Mas nem tudo é mau num Pinóquio futebolista.... aliás, nem tudo é mau no Mundo das deficiências nasais. Pinóquio era gajo para poupar guito comó'camandro em lenços de papel... quando tivesse todo ranhocas das narinas, espetava três aldrabices ao pai, metia um preservativo no nariz e era só armazenar mucosidade...

Bom, mas agora a sério... uma das principais vantagens de ser feito de madeira e parafusos, caso se queira singrar nos relvados, é não ter rótulas nem meniscos que se esbardalhem inocentemente nos pitons charles-mansonianos de um bruno alves ou de um de jong. Imaginem, por favor, o que teria sido Mantorras se tivesse sido feito na lojinha do ti'Gepeto com pregos de meia galeota e pau de carvalho. Até podia nem ter dado jogador de bola, mas estava ali para as curvas no que a envelhecimento de aguardente diz respeito. Talvez hoje Ramon Cougat fosse um anónimo vendedor de souvenirs nas Ramblas catalãs, em vez do famoso cirurgião ortopedista que é. Bem já que estamos nisto de imaginar coisas impossíveis, pensem como estaria hoje o cotovelo do paulinho santos se o JVP fosse irmão gémeo do Pinóquio "eu não devo nada ao Fisco"... bazziiing mais 10cm de nariz.... zing cotovelo do paulinho a ser atravessado por um ponteiro de madeira. Surreal? Talvez... mas de todo agradável à vista...

Isto das Pinoquices (não confundir com pinocadas) surgiu-me quando li que o Manuel d'Oliveira do futebol  inglês estava interessado no sombreiro belga do meio campo benfiquista, Axel Witsel de seu nome, calculando o vovô escocês que podia oferecer em troca um par de pernas que passou 90% da sua estadia em terras mancurianas deitado em camas: quando não está deitado em camas de hospital a convalescer de cirurgias, está em camas de hotéis em loucas rambóias com gajedo profissionalizado, provando neste caso ter sido um fiel receptador da cultura da sua agremiação de procedência. Desconfio inclusive que ele não estranhou que as súbditas de Sua Majestade fossem mais fresquinhas, visto ser originário de um local onde se tem o cuidado de manter as carnes  de vitela em conserva a baixa temperatura.

Honestamente não sei se isto é conversa de imprensa ou se nos corredores Gloriosos se olha para esta possibilidade de negócio como sendo algo viável. A mim muito sinceramente interessam-me mais os tipos que estão todos os dias a dar no duro na relva e que criam erupções cutâneas nas nalgas de cada vez que sentam a real bunda numa marquesa do departamento médico, mesmo que isso signifique estarmos perante um tipo com serradura fininha a encher a bola por cima do pescoço. Sinto que o pessoal do departamento médico são os únicos tipos dentro da estrutura do clube que devem ser autorizados a jogar muito solitário e a passar dias no Facebook. Por isso só aceito que Axel Witsel seja trocado por um Pinóquio, de preferência um que se possa arranjar com uma chave de sextavada e um triângulo de aviso colocado a 30 metros do jogador. Claro que a LFV pode não interessar o jogador Pinóquio... quem promete titulos em barda e ganhar um de cinco em cinco anos, pode não apreciar concorrência interna em termos de distâncias rinoplásticas.

1 comentário:

Piratas Vermelhos disse...

Novo Blogue:
http://piratasvermelhos.blogspot.com/

Por favor visite e divulgue.

Obrigado